MED Cluster de Vigilância Marítima debatido em Milão

06-12-2017 - 12:02

As bases para a criação de um cluster de Vigilância Marítima no Mediterrâneo foram debatidas em Milão, numa reunião internacional do projeto PROTeuS.

A reunião teve como foco a criação de um cluster mediterrâneo de vigilância marítima para incrementar a inovação e as capacidades de investigação e desenvolvimento, transferência de conhecimento e tecnologias e a cooperação internacional entre os atores envolvidos, com enfoque nos mecanismos de segurança e vigilância no Mediterrâneo. O cluster terá como objetivo fomentar oportunidades de negócio e explorar o potencial de mercado da indústria da Vigilância Marítima como por exemplo, monitorização do tráfico de passageiros e de cargas, controlo de fronteiras, controlo de pescas, minimização de riscos ambientais, etc…

O cluster será constituído por seis “nós nacionais” envolvendo 6 países: Chipre, Espanha, França, Grécia, Itália e Portugal.

A Universidade do Algarve, através da sua Divisão de Empreendedorismo e Transferência de Tecnologia marcou presença na terceira reunião do Projeto PROteuS que teve lugar em Milão, no dia 5 de dezembro de 2017.

O Projeto PROTeuS é financiado pelo Programa INTERREG MED da União Europeia, Eixo Prioritário 1 – Promover capacidades de inovação na área do Mediterrâneo para o desenvolvimento de um crescimento inteligente e sustentável; Objetivo Específico 1.1 – Aumentar a atividade transnacional de clusters e redes inovadoras de setores-chave da área MED.

proteus.png

UAlg lança nova vaga de reuniões entre investigadores e empresários
06 novembro 2017 - 10:00
CRIA - Universidade do Algarve, Campus de Gambelas